domingo, 16 de abril de 2017

Sebastian Vettel vence no Bahrein

Alemão reassume a liderança no campeonato

Mesmo largando na segunda fila, o tedesco assumiu a 2ª posição na primeira curva e pressionou Valtteri Bottas até a primeira entrada de ambos nos pits, quando o competidor da Mercedes voltou atrás da Ferrari e tentou apenas um giro retomar a dianteira, em vão. Depois disso, com a segunda passagem de Lewis Hamilton nos boxes, o inglês ainda teve que esperar cinco segundos, por ter atrasado outros corredores quando parou anteriormente, voltando atrás do companheiro de time, recuperando o 2º posto voltas mais tarde. O nórdico ainda completou o pódio, sem mostrar o mesmo desempenho na classificação.

Compatriota de Bottas, Kimi Raikkonen parou apenas uma vez, quando o safety car teve a única intervenção na pista, após a batida entre a Toro Rosso de Carlos Sainz Junior e a Williams de Lance Stroll. O competidor ferrarista, que havia passado Felipe Massa no segundo giro, ultrapassou novamente o brasileiro quando o carro de segurança deixou a pista, garantindo a 4ª colocação, deixando a escuderia de Maranello na frente no mundial de construtores. Pódio na China, o holandês Max Verstappen teve problemas nos freios e ficou pelo caminho, enquanto o australiano Daniel Ricciardo cruzou a linha de chegada na 5ª posição. Felipe Massa foi o 6º colocado. Repetindo os resultados nas etapas anteriores, a Force India segue pontuando com os dois carros, levando o time indiano ao 4º lugar entre as equipes, com Sergio Perez em 7º, enquanto o francês Esteban Ocon mais uma vez fechou a zona de pontuação. A Haas voltou a fazer uma 8ª posição, desta vez com Romain Grosjean. A Renault garantiu os primeiros pontos no ano, com o alemão Nico Hulkenberg, em 9º.

Por outro lado, McLaren e Honda seguem uma sequência negativa. Novamente com problemas, o belga Stoffel Vandoorne sequer largou, enquanto Fernando Alonso também não viu a bandeira quadriculada nesta temporada. Os japoneses prometem uma nova unidade de força no próximo mês, com a ajuda da empresa Ilmor, de Mario Illien, que ajudou a Renault em 2015, tem parceria com a Mercedes-Benz. A novidade em Woking é a parceria com Michael Andretti e a presença do asturiano nas 500 milhas de Indianápolis, no mesmo dia que o GP de Mônaco, quando o espanhol estará atuando nos Estados Unidos. Outro que ainda não terminou uma corrida foi o canadense Lance Stroll, da Williams. Desta vez, o norte-americano foi atingido pela Toro Rosso de Carlos Sainz Junior, provocando a única intervenção do safety car na disputa.

Resultados:
Pole: Valtteri Bottas, Mercedes
Melhor Volta: Lewis Hamilton, Mercedes

Corrida:
1º) Sebastian Vettel, Ferrari
2º) Lewis Hamilton, Mercedes
3º) Valtteri Bottas, Mercedes
4º) Kimi Raikkonen, Ferrari
5º) Daniel Ricciardo, Red Bull TAG Heuer
6º) Felipe Massa, Williams Mercedes
7º) Sergio Perez, Force India Mercedes
8º) Kevin Magnussen, Haas Ferrari
9º) Nico Hulkenberg, Renault
10º) Esteban Ocon, Force India Mercedes

Classificação

Mundial de Pilotos
1º) Sebastian Vettel, 68 pontos
2º) Lewis Hamilton, 61 pontos
3º) Valtteri Bottas, 38 pontos
4º) Kimi Raikkonen, 34 pontos
5º) Max Verstappen, 25 pontos
6º) Daniel Ricciardo, 22 pontos
7º) Felipe Massa, 16 pontos
8º) Sergio Perez, 14 pontos
9º) Carlos Sainz Junior, 10 pontos
10º) Kevin Magnussen, 4 pontos
11º) Romain Grosjean, 4 pontos
12º) Esteban Ocon, 3 pontos
13º) Daniil Kvyat, 2 pontos
14º) Romain Grosjean, 2 pontos

Mundial de Construtores
1º) Ferrari, 102 pontos
2º) Mercedes, 99 pontos
3º) Red Bull TAG Heuer, 47 pontos
4º) Force India Mercedes, 17 pontos
5º) Williams Mercedes, 16 pontos
6º) Toro Rosso Renault, 12 pontos
7º) Haas Ferrari, 8 pontos
8º) Renault, 2 pontos

Nenhum comentário:

Postar um comentário