domingo, 29 de julho de 2018

Lewis Hamilton vence na Hungria

Britânico e equipe Mercedes viram na última parte da classificação e garantem vitória em solo magiar

Após uma virada na parte final da classificação, quando choveu em Hungaroring, a dupla das flechas de prata garantiu os dois lugares na primeira fila, com Hamilton conquistando mais uma pole. O inglês perdeu a dianteira apenas quando foi aos boxes trocar de pneus. O finlandês Valtteri Bottas vinha muito bem até os giros finais, quando ficou sem pneus e foi superado pela dupla da Ferrari e pelo australiano Daniel Ricciardo, em uma disputa dura com o australiano, em que ambos chegaram a se tocar. Ainda abalados pela morte de Sergio Marchionne, a dupla de Maranello levou Sebastian Vettel ao 2º lugar, a frente de Kimi Raikkonen.

Apesar do abandono de Max Verstappen com problemas de potência, os rubrotaurinos ainda comemoraram a 6ª colocação do francês Pierre Gasly, muito bem desde as tomadas para o grid. Brendon Hartley andou bem, mas não conseguiu somar pontos. A dupla da Haas levou os dois carros aos pontos, com o dinamarquês Kevin Magnussen ficando com a 7ª posição, enquanto Romain Grosjean fechou a zona de pontuação. O espanhol Carlos Sainz Junior salvou o dia da Renault, com o 9º posto.

Com muito equilíbrio no pelotão intermediário, a dupla da McLaren se aproveitou bem da estratégia para chegar perto de levar os dois carros aos pontos. Fernando Alonso ainda garantiu um 8º lugar, enquanto o belga Stoffel Vandoorne vinha seguindo o asturiano, quando teve problemas mecânicos, parando na 52ª volta, seguindo sem pontuar desde o Azerbaijão. Mesmo com um equipamento limitado e não conseguindo boas colocações nas largadas, os dois pilotos do time de Woking não conseguem resultados mais expressivos.

Resultados:

Pole: Lewis Hamilton, Mercedes
Melhor Volta: Daniel Ricciardo, Red Bull TAG Heuer

Corrida:
1º) Lewis Hamilton, Mercedes
2º) Sebastian Vettel, Ferrari
3º) Kimi Raikkonen, Ferrari
4º) Daniel Ricciardo, Red Bull TAG Heuer
5º) Valtteri Bottas, Mercedes
6º) Pierre Gasly, Toro Rosso Honda
7º) Kevin Magnussen, Haas Ferrari
8º) Fernando Alonso, McLaren Renault
9º) Carlos Sainz Junior, Renault
10º) Romain Grosjean, Haas Ferrari

Classificação

Mundial de Pilotos
1º) Lewis Hamilton, 213 pontos
2º) Sebastian Vettel, 189 pontos
3º) Kimi Raikkonen, 146 pontos
4º) Valtteri Bottas, 132 pontos
5º) Daniel Ricciardo, 118 pontos
6º) Max Verstappen, 105 pontos
7º) Nico Hulkenberg, 52 pontos
8º) Kevin Magnussen, 45 pontos
9º) Fernando Alonso, 44 pontos
10º) Sergio Perez, 30 pontos
11º) Carlos Sainz Junior, 30 pontos
12º) Esteban Ocon, 29 pontos
13º) Pierre Gasly, 26 pontos
14º) Romain Grosjean, 21 pontos
15º) Charles Leclerc, 13 pontos
16º) Stoffel Vandoorne, 8 pontos
17º) Marcus Ericsson, 5 pontos
18º) Lance Stroll, 4 pontos
19º) Brendon Hartley, 2 pontos

Mundial de Construtores
1º) Mercedes, 345 pontos
2º) Ferrari, 335 pontos
3º) Red Bull TAG Heuer, 223 pontos
4º) Renault, 82 pontos
5º) Haas Ferrari, 66 pontos
6º) Force India Mercedes, 59 pontos
7º) McLaren Renault, 52 pontos
8º) Toro Rosso Honda, 28 pontos
9º) Sauber Alfa Romeo, 18 pontos
10º) Williams Mercedes, 4 pontos

domingo, 22 de julho de 2018

Lewis Hamilton vence na Alemanha

Inglês se recupera de problemas na classificação e contra com batida de Sebastian Vettel para voltar a liderança do campeonato

Depois de ficar na 2ª fase da classificação, com problemas no carro, Hamilton partiu de 14º lugar para a vitória em Hockenheim, contando também com a sorte, quando o piloto local escorregou e ficou pelo caminho na parte do estádio, faltando 15 voltas para acabar a corrida. Kimi Raikkonen salvou o dia para a escuderia de Maranello, garantindo a 3ª posição. O outro finlandês, Valtteri Bottas, garantiu mais uma dobradinhas para a Mercedes, garantindo para as flechas de prata a liderança entre os construtores. Max Verstappen, após arriscar com pneus intermediários quando a garoa caiu, ainda garantiu uma 4ª colocação, enquanto Daniel Ricciardo voltou a enfrentar problemas com o bólido rubrotaurino.

Mesmo com a punição de 10 segundos no tempo final para o espanhol Carlos Sainz Junior, a Renault ainda conseguiu um bom 5º posto com Nico Hulkenberg, sendo a consolação para os torcedores locais, compensando a infelicidade de Vettel. O competidor tedesco vem se consolidando como o melhor depois do trio Mercedes-Ferrari-Red Bull, garantindo o time francês como a quarta força do ano. Romain Grosjean também teve um final de semana positivo, faturando mais oito pontos, superando na pista a Sauber de Marcus Ericsson e a dupla da Force India. A equipe indiana conseguiu garantir seus dois competidores entre os oito melhores, com o mexicano Sergio Perez cruzando a linha de chegada a frente de Esteban Ocon. O sueco Ericsson garantiu mais dois tentos para os carros suíços, enquanto o neozelandês Brendon Hartley, aproveitando-se da penalidade a Sainz, fechou a zona de pontuação.

Resultados:

Pole: Sebastian Vettel, Ferrari
Melhor Volta: Lewis Hamilton, Mercedes

Corrida:
1º) Lewis Hamilton, Mercedes
2º) Valtteri Bottas, Mercedes
3º) Kimi Raikkonen, Ferrari
4º) Max Verstappen, Red Bull TAG Heuer
5º) Nico Hulkenberg, Renault
6º) Romain Grosjean, Haas Ferrari
7º) Sergio Perez, Force India Mercedes
8º) Esteban Ocon, Force India Mercedes
9º) Marcus Ericsson, Sauber Alfa Romeo
10º) Brendon Hartley, Toro Rosso Honda

Classificação

Mundial de Pilotos
1º) Lewis Hamilton, 188 pontos
2º) Sebastian Vettel, 171 pontos
3º) Kimi Raikkonen, 131 pontos
4º) Valtteri Bottas, 122 pontos
5º) Daniel Ricciardo, 106 pontos
6º) Max Verstappen, 105 pontos
7º) Nico Hulkenberg, 52 pontos
8º) Fernando Alonso, 40 pontos
9º) Kevin Magnussen, 39 pontos
10º) Sergio Perez, 30 pontos
11º) Esteban Ocon, 29 pontos
12º) Carlos Sainz Junior, 28 pontos
13º) Romain Grosjean, 20 pontos
14º) Pierre Gasly, 19 pontos
15º) Charles Leclerc, 13 pontos
16º) Stoffel Vandoorne, 8 pontos
17º) Marcus Ericsson, 5 pontos
18º) Lance Stroll, 4 pontos
19º) Brendon Hartley, 2 pontos

Mundial de Construtores
1º) Mercedes, 310 pontos
2º) Ferrari, 302 pontos
3º) Red Bull TAG Heuer, 211 pontos
4º) Renault, 80 pontos
5º) Force India Mercedes, 59 pontos
6º) Haas Ferrari, 59 pontos
7º) McLaren Renault, 48 pontos
8º) Toro Rosso Honda, 21 pontos
9º) Sauber Alfa Romeo, 18 pontos
10º) Williams Mercedes, 4 pontos

domingo, 8 de julho de 2018

Sebastian Vettel vence na Inglaterra

Alemão supera Valtteri Bottas nas últimas voltas e alcança marca de Alain Prost, ampliando liderança no campeonato

Largando em 2º lugar, o piloto alemão assumiu a dianteira e igualou as 51 vitórias conquistas por Alain Prost, durante os 13 anos em que o maior rival do brasileiro Ayrton Senna competiu na Fórmula 1, enquanto Kimi Raikkonen tocou com Lewis Hamilton, deixando o britânico na última colocação, o competidor da casa fez uma boa corrida de recuperação, conseguindo um lugar no pódio. Bottas arriscou e chegou a ficar na frente, mas como foi uma vez a menos aos boxes, ficou sem pneus na parte final da disputa, ficando com a 4ª posição, após ser ultrapassado também pelo companheiro de Mercedes e pelo compatriota, que ainda teve que cumprir lima punição de 10 segundos por conta do incidente com a flecha de prata na primeira curva, na primeira troca de compostos. Max Verstappen teve uma boa disputa com Raikkonen, logo após a primeira relargada, mas o holandês não resistiu a ascensão do nórdico, e parou perto do fim, com problemas no bólido. Para os rubrotaurinos, ainda sobrou um 5º posto com o australiano Daniel Ricciardo, enquanto o francês Pierre Gasly, levando a Toro Rosso que teria fechado a zona de pontuação, foi punido com cinco segundo de acréscimo no tempo final, caindo para 13º.

No pelotão intermediário, a prova foi bem equilibrada. Nico Hulkenberg e Fernando Alonso, mesmo não chegando a última parte da classificação, terminaram entre os oito melhores, após uma boa estratégia. Enquanto o tedesco da Renault chegou em 6º lugar, o espanhol levou a McLaren a 8ª colocação, separados pelo Force India de Esteban Ocon. A Haas também voltou aos pontos, com o dinamarquês Kevin Magnussen na 9ª posição, superado pelo asturiano na penúltima volta. A esquadra indiana ainda somou um ponto com o mexicano Sergio Perez, beneficiado com a punição ao francês Gasly.

Com poucos abandonos, a prova teve duas intervenções do safety car. A primeira delas foi na 33ª volta, quando a Sauber do sueco Marcos Ericsson saiu da pista na primeira curva e bateu na proteção de pneus, permanecendo na pista por quatro voltas. O time suíço foi o único a ter os dois pilotos sem chegar ao final. O monegasco Charles Leclerc parou logo após sair dos pits. Logo após a relargada, o carro de segurança voltou, quando Carlos Sainz Junior tentou ultrapassar Romain Grosjean por fora na curva Stove, provocando uma batida e tirando ambos da corrida, deixando o carro madrinha por mais quatro giros.

Outra mudança ocorrida ao longo da semana, foi na McLaren. Eric Boullier pediu demissão da equipe inglesa. Com isso, o time de Woking trouxe o brasileiro Gil de Ferran, campeão pela Penske em 2000 e 2001 na extinta Fórmula CART, mentor de Fernando Alonso nas 500 milhas de Indianápolis em 2017. Gil teve passagens pela Fórmula 1 como piloto de testes da Williams e da antiga Footwork, atuando como consultor da Honda entre os anos de 2005 a 2007, quando trabalhou com Jenson Button e Rubens Barrichello.

Resultados:

Pole: Lewis Hamilton, Mercedes
Melhor Volta: Sebastian Vettel, Ferrari

Corrida:
1º) Sebastian Vettel, Ferrari
2º) Lewis Hamilton, Mercedes
3º) Kimi Raikkonen, Ferrari
4º) Valtteri Bottas, Mercedes
5º) Daniel Ricciardo, Red Bull TAG Heuer
6º) Nico Hulkenberg, Renault
7º) Esteban Ocon, Force India Mercedes
8º) Fernando Alonso, McLaren Renault
9º) Kevin Magnussen, Haas Ferrari
10º) Sergio Perez, Force India Mercedes

Classificação

Mundial de Pilotos
1º) Sebastian Vettel, 171 pontos
2º) Lewis Hamilton, 163 pontos
3º) Kimi Raikkonen, 116 pontos
4º) Daniel Ricciardo, 106 pontos
5º) Valtteri Bottas, 104 pontos
6º) Max Verstappen, 93 pontos
7º) Nico Hulkenberg, 42 pontos
8º) Fernando Alonso, 40 pontos
9º) Kevin Magnussen, 39 pontos
10º) Carlos Sainz Junior, 28 pontos
11º) Esteban Ocon, 25 pontos
12º) Sergio Perez, 24 pontos
13º) Pierre Gasly, 18 pontos
14º) Charles Leclerc, 13 pontos
15º) Romain Grosjean, 12 pontos
16º) Stoffel Vandoorne, 8 pontos
17º) Lance Stroll, 4 pontos
18º) Marcus Ericsson, 3 pontos
19º) Brendon Hartley, 1 ponto

Mundial de Construtores
1º) Ferrari, 287 pontos
2º) Mercedes, 267 pontos
3º) Red Bull TAG Heuer, 199 pontos
4º) Renault, 70 pontos
5º) Haas Ferrari, 51 pontos
6º) Force India Mercedes, 49 pontos
7º) McLaren Renault, 48 pontos
8º) Toro Rosso Honda, 19 pontos
9º) Sauber Alfa Romeo, 16 pontos
10º) Williams Mercedes, 4 pontos

domingo, 1 de julho de 2018

Max Verstappen vence na Áustria

Holandês e garante a primeira vitória da Red Bull em casa

Em uma prova marcada por azares, quebras e cheia de alternativas, os rubrotaurinos ganharam a primeira em Spielberg, desde que adquiriram o circuito há alguns anos. O competidor batavo também faturou a primeira na temporada, entrando de vez na briga pelo top 3 no mundial de pilotos. Contando com a falta de sorte da Mercedes, que errou na troca de Lewis Hamilton, deixando o inglês andando em 4º lugar até parar faltando poucas voltas, também viu o finlandês Valtteri Bottas ficar a pé no oitavo giro, com problemas em seu carro, provocando a única intervenção do carro de segurança virtual durante a disputa. O australiano Daniel Ricciardo também parou com problemas. Com isso, Verstappen conseguiu segurar a aproximação de Kimi Raikkonen na parte final da prova, dividindo o pódio com a dupla da Ferrari. Com a 3ª colocação, Sebastian Vettel recupera a liderança do mundial, enquanto a escuderia de Maranello retoma a dianteira entre os construtores, sendo a única a pontuar em todas as etapas do certame neste ano.

No pelotão intermediário, a Haas foi o destaque do final de semana. O contestado Romain Grosjean andou sempre a frente do dinamarquês Kevin Magnussen durante a etapa germânica, somando os primeiros pontos em 2018, com o 4º lugar, logo a frente do colega de escuderia. O time ianque sobe para 5º entre as equipes, passando a McLaren e a Force India. Mesmo em grave crise administrativa e financeira, com o chefe do time, Villay Mallia correndo o risco de ser deportado e preso para a Índia, a equipe segue fazendo uma campanha honesta nas pistas. O francês Esteban Ocon superou Sergio Perez na volta final para garantir a 6ª posição, logo a frente do mexicano. Pierre Gasly teve boas chances de pontuar, mas perdeu ritmo na parte final, ficando com o 11º posto. Depois de três corridas fora dos pontos, o espanhol Fernando Alonso faturou mais quatro para a equipe de Woking, com a 8ª colocação, ultrapassando Gasly e Charles Leclerc. Para a Sauber, os abandonos dos líderes também ajudou os helvéticos a fechar a zona de pontuar, com o monegasco seguido pelo sueco Marcus Ericsson.

Resultados:

Pole: Valtteri Bottas, Mercedes
Melhor Volta: Kimi Raikkonen, Ferrari

Corrida:
1º) Max Verstappen, Red Bull TAG Heuer
2º) Kimi Raikkonen, Ferrari
3º) Sebastian Vettel, Ferrari
4º) Romain Grosjean, Haas Ferrari
5º) Kevin Magnussen, Haas Ferrari
6º) Esteban Ocon, Force India Mercedes
7º) Sergio Perez, Force India Mercedes
8º) Fernando Alonso, McLaren Renault
9º) Charles Leclerc, Sauber Alfa Romeo
10º) Marcus Ericsson, Sauber Alfa Romeo

Classificação

Mundial de Pilotos
1º) Sebastian Vettel, 146 pontos
2º) Lewis Hamilton, 145 pontos
3º) Kimi Raikkonen, 101 pontos
4º) Daniel Ricciardo, 96 pontos
5º) Max Verstappen, 93 pontos
6º) Valtteri Bottas, 92 pontos
7º) Kevin Magnussen, 37 pontos
8º) Fernando Alonso, 36 pontos
9º) Nico Hulkenberg, 34 pontos
10º) Carlos Sainz Junior, 28 pontos
11º) Sergio Perez, 23 pontos
12º) Esteban Ocon, 19 pontos
13º) Pierre Gasly, 18 pontos
14º) Charles Leclerc, 13 pontos
15º) Romain Grosjean, 12 pontos
16º) Stoffel Vandoorne, 8 pontos
17º) Lance Stroll, 4 pontos
18º) Marcus Ericsson, 3 pontos
19º) Brendon Hartley, 1 ponto

Mundial de Construtores
1º) Ferrari, 247 pontos
2º) Mercedes, 237 pontos
3º) Red Bull TAG Heuer, 189 pontos
4º) Renault, 62 pontos
5º) Haas Ferrari, 49 pontos
6º) McLaren Renault, 44 pontos
7º) Force India Mercedes, 42 pontos
8º) Toro Rosso Honda, 19 pontos
9º) Sauber Alfa Romeo, 16 pontos
10º) Williams Mercedes, 4 pontos

domingo, 24 de junho de 2018

Lewis Hamilton vence na França

Inglês domina disputa e retoma a liderança no campeonato

Em prova marcada pelo domínio do britânico, a Mercedes voltou a vencer depois de duas corridas. Hamilton ganhou com sobras a corrida em Paul Ricard, voltando ao calendário depois de 28 anos, e após uma década sem provas em território gaulês, quando o Grande Prêmio era disputado em Magny-Cours. As flechas de prata ainda tiveram uma 7ª colocação de Valtteri Bottas, que precisou fazer uma corrida de recuperação, quando foi tocado pela Ferrari de Sebastian Vettel ainda na primeira curva, deixando ambos no fundo do pelotão. O piloto alemão ainda cruzou a linha de chegada na 5ª posição. Os ferraristas ainda viram Kimi Raikkonen ser o 3º colocado, após superar o companheiro de equipe e o australiano Daniel Ricciardo, que ficou em 4º lugar. A equipe Red Bull foi muito bem em Le Castellet, conseguindo o 2º posto com o holandês Max Verstappen, na semana em que o time austríaco anunciou a parceria com a Honda para 2019, deixando a Renault depois de 11 anos de parceria com os franceses.

A Renault, com os problemas de Carlos Sainz Junior nas últimas voltas, deixando o espanhol apenas na 8ª colocação, a frente do companheiro de equipe, Nico Hulkenberg. O dinamarquês Kevin Magnussen voltou a andar bem, garantindo um 6º posto para a Haas, enquanto Romain Grosjean segue sem pontuar. O monegasco Charles Leclerc voltou a se destacar, garantindo mais um ponto para a Sauber.

A disputa contou com duas intervenções do safety car. No giro inicial, após um toque entre Vettel e Bottas, tendo a batida entre Pierre Gasly, da Toro Rosso, e Esteban Ocon, da Force India, deixando os dois competidores locais de fora. Faltando duas voltas, após o abandono do canadense Lance Stroll, por um furo no pneu da Williams, o carro de segurança virtual entrou em ação, permanecendo até a bandeirada a Hamilton.

Vencedor nas 24 Horas de Le Mans, semana passada, Fernando Alonso amarga na Fórmula 1 uma McLaren que piora a cada corrida. A equipe de Woking perdeu o rumo, sendo a pior equipe dos últimos seis anos, boa apenas na publicidade, já que nas pistas não produz um carro que se preze. O asturiano e o belga Stoffel Vandoorne não tiveram chances de mostrar muito com um bólido que nada rende.

Resultados:

Pole: Lewis Hamilton, Mercedes
Melhor Volta: Valtteri Bottas, Mercedes

Corrida:
1º) Lewis Hamilton, Mercedes
2º) Max Verstappen, Red Bull TAG Heuer
3º) Kimi Raikkonen, Ferrari
4º) Daniel Riccardo, Red Bull TAG Heuer
5º) Sebastian Vettel, Ferrari
6º) Kevin Magnussen, Haas Ferrari
7º) Valtteri Bottas, Mercedes
8º) Carlos Sainz Junior, Renault
9º) Nico Hulkenberg, Renault
10º) Charles Leclerc, Sauber Alfa Romeo

Classificação

Mundial de Pilotos
1º) Lewis Hamilton, 145 pontos
2º) Sebastian Vettel, 131 pontos
3º) Daniel Ricciardo, 96 pontos
4º) Valtteri Bottas, 92 pontos
5º) Kimi Raikkonen, 83 pontos
6º) Max Verstappen, 68 pontos
7º) Nico Hulkenberg, 34 pontos
8º) Fernando Alonso, 32 pontos
9º) Carlos Sainz Junior, 28 pontos
10º) Kevin Magnussen, 27 pontos
11º) Pierre Gasly, 18 pontos
12º) Sergio Perez, 17 pontos
13º) Esteban Ocon, 11 pontos
14º) Charles Leclerc, 11 pontos
15º) Stoffel Vandoorne, 8 pontos
16º) Lance Stroll, 4 pontos
17º) Marcus Ericsson, 2 pontos
18º) Brendon Hartley, 1 ponto

Mundial de Construtores
1º) Mercedes, 237 pontos
2º) Ferrari, 214 pontos
3º) Red Bull TAG Heuer, 164 pontos
4º) Renault, 62 pontos
5º) McLaren Renault, 40 pontos
6º) Force India Mercedes, 28 pontos
7º) Haas Ferrari, 27 pontos
8º) Toro Rosso Honda, 19 pontos
9º) Sauber Alfa Romeo, 13 pontos
10º) Williams Mercedes, 4 pontos

domingo, 10 de junho de 2018

Sebastian Vettel vence no Canadá

Vitória do piloto da Ferrari garante volta do alemão a liderança do campeonato

Em um final de semana dominado pelo ferrarista, quebrando um jejum que durava mais de 10 anos para a escuderia de Maranello, que não era pole em Montreal desde 2001 e não ganhava desde 2004, com Michael Schumacher. Kimi Raikkonen teve uma atuação apagada, ficando apenas na 6ª colocação. Outro que teve um final de semana sem destaque foi Lewis Hamilton, que perdeu a dianteira no certame. O inglês ficou em 5º lugar, também superado pela dupla da Red Bull. Valtteri Bottas foi bem em solo canadense, mantendo na linha de chegada a mesma posição que largou, em 2º. Os rubrotaurinos andaram bem, com o holandês Max Verstappen fechando o pódio, a frente do australiano Daniel Ricciardo, que ainda fez a melhor volta da corrida.

A Renault vem se consolidando como a quarta força, terminando a corrida com Nico Hulkenberg em 7º lugar, e o espanhol Carlos Sainz Junior em 8º. Nos últimos lugares pontuáveis, ficaram o francês Esteban Ocon, com o 9º posto, somando mais dois tentos para a Force India, enquanto o monegasco Charles Leclerc garantiu mais um ponto para a Sauber.

Novamente os destaques negativos foram as piores equipes do final de semana. A Williams segue fechando o grid, enquanto a McLaren vem piorando a cada etapa. O time de Woking, que no marketing ainda é forte, nas pistas vem andando para trás. Stoffel Vandoorne passou longe da briga pelos pontos, enquanto Fernando Alonso vinha com chances de pontuar, mas pela segunda corrida consecutiva, teve que desistir por problemas no carro.

Resultados:

Pole: Sebastian Vettel, Ferrari
Melhor Volta: Max Verstappen, Red Bull TAG Heuer

Corrida:
1º) Sebastian Vettel, Ferrari
2º) Valtteri Bottas, Mercedes
3º) Max Verstappen, Red Bull TAG Heuer
4º) Daniel Riccardo, Red Bull TAG Heuer
5º) Lewis Hamilton, Mercedes
6º) Kimi Raikkonen, Ferrari
7º) Nico Hulkenberg, Renault
8º) Carlos Sainz Junior, Renault
9º) Esteban Ocon, Force India Mercedes
10º) Charles Leclerc, Sauber Alfa Romeo

Classificação

Mundial de Pilotos
1º) Sebastian Vettel, 121 pontos
2º) Lewis Hamilton, 120 pontos
3º) Valtteri Bottas, 86 pontos
4º) Daniel Ricciardo, 84 pontos
5º) Kimi Raikkonen, 68 pontos
6º) Max Verstappen, 50 pontos
7º) Fernando Alonso, 32 pontos
8º) Nico Hulkenberg, 32 pontos
9º) Carlos Sainz Junior, 24 pontos
10º) Kevin Magnussen, 19 pontos
11º) Pierre Gasly, 18 pontos
12º) Sergio Perez, 17 pontos
13º) Esteban Ocon, 11 pontos
14º) Charles Leclerc, 10 pontos
15º) Stoffel Vandoorne, 8 pontos
16º) Lance Stroll, 4 pontos
17º) Marcus Ericsson, 2 pontos
18º) Brendon Hartley, 1 ponto

Mundial de Construtores
1º) Mercedes, 206 pontos
2º) Ferrari, 189 pontos
3º) Red Bull TAG Heuer, 134 pontos
4º) Renault, 56 pontos
5º) McLaren Renault, 40 pontos
6º) Force India Mercedes, 28 pontos
7º) Toro Rosso Honda, 19 pontos
8º) Haas Ferrari, 19 pontos
9º) Sauber Alfa Romeo, 12 pontos
10º) Williams Mercedes, 4 pontos

domingo, 27 de maio de 2018

Daniel Ricciardo vence em Mônaco

Mesmo com problemas de potência, australiano faz prova segura e compensa azar de 2016

Saindo na pole, o australiano manteve a dianteira durante toda a disputa, garantindo a segunda vitória na temporada, mesmo com contratempos no propulsor do Red Bull. O pódio foi completado pelo alemão Sebastian Vettel e pelo líder do campeonato, o inglês Lewis Hamilton.

Atrás dos três líderes, a dupla finlandesa veio a seguir, com Kimi Raikkonen cruzando a linha de chegada a frente de Valtteri Bottas, da Mercedes. A disputa foi pouco movimentada, mesmo tendo Max Verstappen saindo do fim do grid. O holandês fez algumas ultrapassagens e foi bem combativo, garantindo mais dois pontos para a equipe austríaca. Os rubrotaurinos ainda viram o francês Pierre Gasly chegar na 7ª posição, enquanto o neozelandês Brendon Hartley foi atingido pela Sauber de Charles Leclerc falando seis voltas para o final, provocando a única intervenção do Safety Car virtual, permanecendo por apenas dois giros. O competidor monegasco teve problema no freios, evitando um choque ainda mais forte com o Toro Rosso.

A Renault também levou os dois competidores aos pontos. O alemão Nico Hulkenberg segurou Verstappen na parte final, para faturar mais quatro tentos, enquanto o espanhol Carlos Sainz Junior fechou a zona de pontuação. Esteban Ocon também teve um final de semana positivo, levando a Force India ao 6º lugar, atrás apenas das principais favoritas. Com competidor gaulês andou muito bem na classificação e teve uma atuação positiva no principado.

Resultados:

Pole: Daniel Ricciardo, Red Bull TAG Heuer
Melhor Volta: Max Verstappen, Red Bull TAG Heuer

Corrida:
1º) Daniel Riccardo, Red Bull TAG Heuer
2º) Sebastian Vettel, Ferrari
3º) Lewis Hamilton, Mercedes
4º) Kimi Raikkonen, Ferrari
5º) Valtteri Bottas, Mercedes
6º) Esteban Ocon, Force India Mercedes
7º) Pierre Gasly, Toro Rosso Honda
8º) Nico Hulkenberg, Renault
9º) Max Verstappen, Red Bull TAG Heuer
10º) Carlos Sainz Junior, Renault

Classificação

Mundial de Pilotos
1º) Lewis Hamilton, 110 pontos
2º) Sebastian Vettel, 96 pontos
3º) Daniel Ricciardo, 72 pontos
4º) Valtteri Bottas, 68 pontos
5º) Kimi Raikkonen, 60 pontos
6º) Max Verstappen, 35 pontos
7º) Fernando Alonso, 32 pontos
8º) Nico Hulkenberg, 26 pontos
9º) Carlos Sainz Junior, 20 pontos
10º) Kevin Magnussen, 19 pontos
11º) Pierre Gasly, 18 pontos
12º) Sergio Perez, 17 pontos
13º) Charles Leclerc, 9 pontos
14º) Esteban Ocon, 9 pontos
15º) Stoffel Vandoorne, 8 pontos
16º) Lance Stroll, 4 pontos
17º) Marcus Ericsson, 2 pontos
18º) Brendon Hartley, 1 ponto

Mundial de Construtores
1º) Mercedes, 178 pontos
2º) Ferrari, 156 pontos
3º) Red Bull TAG Heuer, 107 pontos
4º) Renault, 46 pontos
5º) McLaren Renault, 40 pontos
6º) Force India Mercedes, 26 pontos
7º) Toro Rosso Honda, 19 pontos
8º) Haas Ferrari, 19 pontos
9º) Sauber Alfa Romeo, 11 pontos
10º) Williams Mercedes, 4 pontos

domingo, 13 de maio de 2018

Lewis Hamilton vence na Espanha

Inglês domina em solo espanhol e Mercedes chega a primeira dobradinha na temporada

Mesmo com Valtteri Bottas perdendo a vice-liderança para Sebastian Vettel na primeira curva e com Max Verstappen arriscando apenas uma passagem pelos boxes, as flechas de prata mostraram força em Montmeló, retornando a dianteira entre as equipes também.

A única passagem do carro de segurança ocorreu após uma rodada do Haas de Romain Grosjean, que evitou uma batida com o companheiro de equipe, mas rodopiou e atingiu a Renault de Nico Hulkenberg e a Toro Rosso de Pierre Gasly, deixando os três fora da disputa.

Depois de quatro voltas, a disputa voltou ao normal, e ocorreu um safety car virtual na volta 42, por mais três giros. O atual campeão só não esteve na dianteira quando precisou trocar os pneus, deixando o holandês da Red Bull na frente. Após as trocas, o finlandês Bottas assumiu o 2º posto, seguido pelo competidor batavo, que completou o pódio. Para a Ferrari, acabou sendo um final de semana abaixo do programado. Com problemas no carro, Kimi Raikkonen ficou pelo caminho, enquanto Vettel voltou a ficar com a 4ª posição. Daniel Ricciardo legou o outro carro rubrotaurino em 5º lugar.

A Haas, mesmo com a saída de Grosjean, que segue sem pontos e muito contestado, a equipe ianque somou oito pontos com o dinamarquês Kevin Magnussen. Os pilotos da casa conseguiram ficar entre os oito melhores, com Carlos Sainz Junior cruzando a linha de chegada com a Renault a frente de Fernando Alonso, que mesmo com a McLaren andando abaixo do esperado, segue pontuando em todas as etapas, enquanto o belga Stoffel Vandoorne abandonou pela primeira vez na temporada.

Fechando a zona de pontuação, o mexicano Sérgio Perez, de Force India, e Charles Leclerc com a Sauber, em mais uma atuação positiva do piloto monegasco.

Mesmo 

Resultados:

Pole: Lewis Hamilton, Mercedes
Melhor Volta: Daniel Ricciardo, Red Bull TAG Heuer

Corrida:
1º) Lewis Hamilton, Mercedes
2º) Valtteri Bottas, Mercedes
3º) Max Verstappen, Red Bull TAG Heuer
4º) Sebastian Vettel, Ferrari
5º) Daniel Riccardo, Red Bull TAG Heuer
6º) Kevin Magnussen, Haas Ferrari
7º) Carlos Sainz Junior, Renault
8º) Fernando Alonso, McLaren Renault
9º) Sergio Perez, Force India Mercedes
10º) Charles Leclerc, Sauber Alfa Romeo

Classificação

Mundial de Pilotos
1º) Lewis Hamilton, 95 pontos
2º) Sebastian Vettel, 78 pontos
3º) Valtteri Bottas, 58 pontos
4º) Kimi Raikkonen, 48 pontos
5º) Daniel Ricciardo, 47 pontos
6º) Max Verstappen, 33 pontos
7º) Fernando Alonso, 32 pontos
8º) Nico Hulkenberg, 22 pontos
9º) Kevin Magnussen, 19 pontos
10º) Carlos Sainz Junior, 19 pontos
11º) Sergio Perez, 17 pontos
12º) Pierre Gasly, 12 pontos
13º) Charles Leclerc, 9 pontos
14º) Stoffel Vandoorne, 8 pontos
15º) Lance Stroll, 4 pontos
16º) Marcus Ericsson, 2 pontos
17º) Esteban Ocon, 1 ponto
18º) Brendon Hartley, 1 ponto

Mundial de Construtores
1º) Mercedes, 153 pontos
2º) Ferrari, 126 pontos
3º) Red Bull TAG Heuer, 80 pontos
4º) Renault, 41 pontos
5º) McLaren Renault, 40 pontos
6º) Haas Ferrari, 19 pontos
7º) Force India Mercedes, 18 pontos
8º) Toro Rosso Honda, 13 pontos
9º) Sauber Alfa Romeo, 11 pontos
10º) Williams Mercedes, 4 pontos

domingo, 29 de abril de 2018

Lewis Hamilton vence no Azerbaijão

Britânico conta com a sorte para vencer em Baku

Assim como ano passado, a etapa em Azerbaijão contou com inúmeras emoções e batidas que alteraram o quadro final da disputa. Logo na volta de abertura, a dupla da Force India se tocou na primeira curva, e metros mais tarde, Esteban Ocon tocou com a Ferrari de Kimi Raikkonen, batendo, enquanto Sergey Sirotkin tocou com a McLaren de Fernando Alonso e a Renault de Nico Hulkenberg. O piloto alemão vinha disputando com a dupla da Red Bull, quando tocou no muro e quebrou a suspensão. As três melhores equipes tinham tudo para ocupar os seis primeiros lugares, mas na volta 40, uma batida entre a dupla rubrotaurina mudou o destino da prova, tirando ambos da corrida.

Durante a segunda intervenção do safety car, Romain Grosjean se perdeu e acabou batendo no muro, perdendo um 6º lugar, seguindo sem pontos no campeonato. Aproveitando-se da sorte, Valtteri Bottas assumiu a dianteira, mas faltando duas voltas para o final, o finlandês passou por cima de um detrito na pista, tendo o pneu traseiro direito furado, ficando fora da prova, enquanto Sergio Perez superava Sebastian Vettel.

Com isso, Lewis Hamilton assumiu a ponta, seguido por Raikkonen, enquanto Perez completou o pódio. Vettel perdeu a liderança entre os pilotos, mas a Ferrari voltou a liderar entre as equipes. Carlos Sainz Junior, com uma atuação bem competitiva, levou a Renault ao 5º lugar. Outro destaque do final de semana foi o monegasco Charles Leclerc, levando a Sauber ao 6º posto. O canadense Lance Stroll levou a Williams ao 8º lugar, garantindo os primeiros pontos ao time de Grove na temporada, mesmo se mantendo em último entre os construtores. Contando com a sorte e os abandonos e contratempos de outros competidores, a McLaren voltou a pontuar com os dois carros. Com Alonso chegando na 7ª posição e o belga Stoffel Vandoorne em 9º, cabendo ao neozelandês Brendon Hartley completar a zona de pontuação, ficando com um tento.

Em cinco etapas, apenas o francês Romain Grosjean e o russo Sergey Sirotkin ainda não somaram ponto, e entre os construtores, todas as equipes já pontuaram.


Resultados:

Pole: Sebastian Vettel, Ferrari
Melhor Volta: Valtteri Bottas, Mercedes

Corrida:
1º) Lewis Hamilton, Mercedes
2º) Kimi Raikkonen, Ferrari
3º) Sergio Perez, Force India Mercedes
4º) Sebastian Vettel, Ferrari
5º) Carlos Sainz Junior, Renault
6º) Charles Leclerc, Sauber Alfa Romeo
7º) Fernando Alonso, McLaren Renault
8º) Lance Stroll, Williams Mercedes
9º) Stoffel Vandoorne, McLaren Renault
10º) Brendon Hartley, Toro Rosso Honda

Classificação

Mundial de Pilotos
1º) Lewis Hamilton, 70 pontos
2º) Sebastian Vettel, 66 pontos
3º) Kimi Raikkonen, 48 pontos
4º) Valtteri Bottas, 40 pontos
5º) Daniel Ricciardo, 37 pontos
6º) Fernando Alonso, 28 pontos
7º) Nico Hulkenberg, 22 pontos
8º) Max Verstappen, 18 pontos
9º) Sergio Perez, 15 pontos
10º) Carlos Sainz Junior, 13 pontos
11º) Pierre Gasly, 12 pontos
12º) Kevin Magnussen, 11 pontos
13º) Charles Leclerc, 8 pontos
14º) Stoffel Vandoorne, 8 pontos
15º) Lance Stroll, 4 pontos
16º) Marcus Ericsson, 2 pontos
17º) Esteban Ocon, 1 ponto
18º) Brendon Hartley, 1 ponto

Mundial de Construtores
1º) Ferrari, 114 pontos
2º) Mercedes, 110 pontos
3º) Red Bull TAG Heuer, 55 pontos
4º) McLaren Renault, 36 pontos
5º) Renault, 35 pontos
6º) Force India Mercedes, 16 pontos
7º) Toro Rosso Honda, 13 pontos
8º) Haas Ferrari, 11 pontos
9º) Sauber Alfa Romeo, 10 pontos
10º) Williams Mercedes, 4 pontos